preloder
contato@flaviabiaexpediciones.com     +56 9 7527 8478

Quais são as bebidas típicas de San Pedro do Atacama?

Conheça os tragos imperdíveis para quem visita o Chile e que você deve experimentar ‘si o si’

O que beber quando eu visito San Pedro do Atacama? Aqui na FlaviaBia Expediciones estamos acostumados a ouvir essa pergunta e dar indicações aos nossos passageiros das bebidas e tragos típicos do Chile. Além de beber pelo menos dois litros de água por dia – afinal, estamos no deserto mais árido do mundo – há outras bebidas que você precisa experimentar ao visitar a região. Fizemos um resumo das principais. Confira:

       1. PISCO

É uma água ardente com gradação alcoólica entre 38% e 48% feita a partir da destilação da uva. A popularidade e o sabor forte podem ser comparados à cachaça no Brasil. A origem da bebida é discutida até hoje entre Peru e Chile, ambos se dizem precursores na fabricação e produtores dos melhores produtos. O nome vem da cidade de Pisco, no Peru, de onde ela partia para outros destinos. Para a fabricação da bebida, as uvas frescas de diferentes tipos passam por cubas de fermentação por um período de 7 a 14 dias. Em seguida, o líquido vai para o alambique para a destilação. Para finalizar, o pisco passa de três a nove meses em repouso. É possível consumi-lo sozinho (como aperitivo ou digestivo). Mas é mais comum as suas misturas. Veja na sequência.

  1. PISCO SOUR/PISCOLA

Piscola é a combinação de Pisco com Coca Cola ou Ginger (refrigerante de gengibre) e gelo. É bastante consumida entre os jovens chilenos e pode ser encontrada em bares e restaurantes. Já o Pisco sour é um dos drinques mais populares no Chile e no Peru, podendo ser comparado com a caipirinha. A bebida mistura limão, clara de ovo, xarope de goma, açúcar e pisco. Há ainda variações do coquetel, com adição de frutas, pimenta, creme de leite ou canela.

  1. MOTE CON HUESILLO

É uma espécie de suco natural, também servido como sobremesa por ser bastante doce. Tradicionalmente é feita com pêssego desidratado, pedaços de trigo e suco acaramelado, que dá cor à bebida. É encontrado em carrinhos espalhados pela cidade e na feira próxima ao cemitério. É bastante consumida nas festas pátrias do Chile, que ocorrem em setembro.

  1. VINHO

Num dos países com maior produção e costume de tomar vinho, é impossível visitar e não experimentar a bebida. Os vinhos chilenos são famosos mundialmente. Em San Pedro, é possível provar a bebida de vinículas locais (na altitude e no ambiente seco). O mais famoso deles chama Ayllu e pode ter a produção conhecida no Tour Vinho Toconao oferecido por FlaviaBia Expediciones.

  1. TERREMOTO

É um coquetel refrescante e tem um grande consumo nas estações mais quentes, principalmente entre o público jovem.  O drink terremoto é feito utilizando sorvete de abacaxi (ou outro sabor escolhido pelo bar que o prepara); vinho branco adocicado, chamado no Chile de Pipeño; e Fernet. Há várias versões sobre a origem da bebida, mas ela teria nascido após um forte terremoto que abalou a capital do país, Santiago, em 1985.

  1. CERVEJAS CHILENAS

As cervejas mais populares no Chile são Escudo e Cristal (vendidas em garrafas de 1 litro). Outras bastante conhecidas e um pouco mais caras, mas deliciosas, são a Austral (diferentes sabores), Dolbek e Kunstmann. No Chile, no entanto, as cervejas costumam ser servidas um pouco mais quente do que no Brasil. Outra curiosidade, é que por aqui cerveja é chamada de “chela”.

     7. CHICHA

Bebida alcoólica (teor leve) derivada principalmente da fermentação destilada de amendoim e outros cereais. De origem inca, ela é de produção artesanal e também pode ser preparada a partir da fermentação de diferentes frutos. A chica consumida em San Pedro é diferente da chicha morada, consumida no Peru, e da Chica Criolla, da Venezuela, que não possuem teor alcóolico. Para os indígenas, a chicha era consumida em ocasiões e cerimônias especiais.

     8. SUCOS

Os sucos mais comuns servidos nos restaurantes de San Pedro são chirimoya, framboesa e abacaxi (piña). A Chirimoya é uma fruta típica da região dos Andes, bem popular no Chile, similar a fruta do conde. Já os sucos de framboesa encontrados por aqui são deliciosos. Vale experimentar.

  1. CHÁ DE RICA-RICA

A rica-rica é uma planta com propriedades calmantes que é nativa das regiões altiplânicas. Tem aroma e odor bastante fortes e flores de cor violeta que aparecem em outubro. Com propriedades parecidas com a do boldo, o chá de rica-rica é recomendável para um sono tranquilo e, principalmente, para o estômago (diarreia, ressaca ou dores de barriga). Também é utilizada pelos povos locais para problemas de circulação e do coração. A erva em formato de arbusto também pode ser colocada em jarra de água gelada e consumida. Em San Pedro de Atacama, a rica-rica também é utilizada como tempero de comida, no pisco sour e como sabor de sorvete.

  1. CHÁ DE COCA/CHACHACOMA

É um hábito cultural da região altiplânica tomar chás de ervas locais como coca e chachacoma para aliviar os efeitos de altitude. As folhas de coca e chachacoma podem ser compradas em mercados e feiras de artesanato. Os chás não têm qualquer efeito alucinógenos (até o Papa Francisco bebeu quando visitou a Bolívia) e são utilizados para diminuir efeitos como dor de cabeça e tontura. A folha de coca dá um efeito de dilatação no cérebro e alivia um pouco o desconforto. Além disso, as comunidades locais acreditam que a erva é um agente de limpeza do sangue, digestivo, diurético e estimulante respiratório. Já a chachacoma é utilizada também para enfermidades dos nervos, transtornos cardíacos, gripe e outras doenças do sistema respiratório.

  1. REFRIGERANTE DE MAMÃO OU ABACAXI

Para quem gosta de refrigerante, em San Pedro é possível experimentar alguns sabores diferentes. Aqui você encontra bebidas gasosas, por exemplo, de mamão (chamada de Pap) e abacaxi (Kem) e cítrico (Bilz, de cor vermelha). Já a Inca Cola (refrigerante amarelo super doce), popular no Peru, também pode ser encontrado no Atacama.

  1. MELÃO COM VINHO (MELVIN)

É um trago original, que utiliza um melão aberto em um dos extremos (sem sementes), por onde é introduzido vinho branco, açúcar e gelo. É possível ir raspando o melão com uma colher e consumir toda a fruta. A bebida é bastante refrescante e indicada para os dias quentes.

  1. BORGONHA E NAVEGADO

A borgoña é um coctel chileno tradicional, que é composto de vinho tinto (geralmente carmenere), morango e açúcar – servido frio. É mais encontrado na época das festas pátrias (em homenagem à independência do país, em 18 de setembro), durante o verão e o natal. Já no inverno, você encontra o navegado (mais popular no sul, mas também consumido no Atacama), que é servido quente. O navegado lembra o quentão brasileiro. A bebida chilena é produzida com vinho tinto, rodelas de laranja, açúcar e canela. O nome navegado vem da analogia entre o vinho com pedaços de laranja flutuando e o mar quando é atravessado por uma embarcação.

Venha conhecer mais do Atacama conosco: https://www.flaviabiaexpediciones.com

Comente