contato@flaviabiaexpediciones.com     +56 9 4251 7683

Salar de Tara

Salar de Tara

A expedição

O Salar de Tara está localizado na Cordilheira dos Andes, sobre uma gigante caldeira que divide Chile, Bolívia e Argentina, que se formou depois da erupção do Vulcão Vilama. Essa mesma erupção deu origem a fauna e flora que só existem nesse salar. Há ainda formações rochosas de 30 a 40 metros de altura que ao longo dos anos foram moldadas pela ação do vento e do gelo formando silhuetas de monges, chamados Monges de Pacana.

Nessa expedição extrema, temos mais contato com o Deserto que faz parte da Reserva Nacional dos Flamingos e podemos observar muitas aves e as vicunhas ao longo do percurso. No inverno, elas ficam congeladas e proporcionam um cenário deslumbrante. 

 

 

Ficha técnica

Paradas

Moai de Tara, Monges da Pacana, Salar de Tara, vista pro vulcão Licancabur, Lagoa Diamante e mirantes.

Incluso

Café da manhã, almoço e transporte.

Horário

8h às 16h

Altitude

4.500 mts

Temperatura na primeira parada

Entre 0 e 10 graus.

Temperatura no fim da expedição

25 graus

Paradas

Moai de Tara, Monges da Pacana, Salar de Tara, vista pro vulcão Licancabur, Lagoa Diamante e mirantes.

Incluso

Café da manhã, almoço e transporte.

Saída

8h

Altitude

4.500 mts

Temperatura na primeira parada

Entre 0 e 10 graus.

Temperatura no fim da expedição

25 graus

Itens indispensáveis

Leve roupas para frio extremo, com temperatura abaixo de zero, como luvas, gorros, meia térmica, jaqueta de plumas e botas de frio. Use também roupas leves por baixo para ir retirando durante a expedição (efeito cebola), de preferência manguinhas longas.  Acessórios como chapéu ou lenço para se proteger do sol. Além disso, durante todo o circuito não há banheiros, por isso recomendamos levar papel higiênico e lenço umedecido para caso queira utilizar os “banheiros incas” (improvisados na natureza).

Quero explorar o Salar de Tara!